Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

Total de visualizações de página

Seja Bem vindo (a)!

Agradeço por sua visita, ela é muito oportuna.
Aqui eu reúno pensamentos meus
e de outras pessoas com quem sinto afinidade de idéias e ideais.


"Vamos precisar de todo mundo
pra banir do mundo a opressão
Para construir a vida nova
vamos precisar de muito amor...

Vamos precisar de todo mundo,
um mais um é sempre mais que dois
Pra melhor juntar as nossas forças
é só repartir melhor o pão...

Deixa nascer o amor/Deixa fluir o amor
Deixa crescer o amor/Deixa viver o amor

O sal da terra,..." (
Beto Guedes)

1 de novembro de 2012

Ser Santo ( em comemoração ao dia de TODOS os santos.

J Ricardo A. de Oliveira 




Hoje quero trazer uma reflexão que vem me acompanhando ultimamente: O que é ser Santo ?

O que é afinal, essa coisa que as religiões perseguem, algumas acham-se no direito de dizer quem é ou não, mas que é algo que se cerca de uma névoa de mistério e incompreeção.
Ser Santo.
Será que já percebemos que Santo, saudável, salvação tem a mesma raiz?
Porque será que Jesus se preocupava em curar, em tornar saudáveis, em salvar as pessoas?
Será santo aquele que vive reprimimdo suas emoções, tornando-se um doente psicologicamente?
Será que é posivel alguém se achar, ou se auto entitular santo?Será que santidade é algo pronto ou será um processo?
Uma meta a alcaçar justamente pela busca de um maior auto conhecimento?
Comparem os termos no aurélio e vejam como é interessante:

Santo Do lat. sanctu, o que se tornou sagrado.
Sagrado Do lat. sacratu.Que se sagrou ou que recebeu a consagração.
SantidadeDo lat. sanctitate.Qualidade ou estado de santo.
SalvaçãoDo lat. tard. salvatione.Ato ou efeito de salvar(-se), ou de remir.
SalvarDo lat. tard. salvare.Tirar ou livrar (de ruína ou perigo);
pôr a salvo: O médico salvou da morte a criança.
Livrar de ruína ou perigo: Conservar salvo ou intato.
Saudar-se, cumprimentar-se.
Saudar Do v. lat. salutare.Dar sinais de alegria à vista de; louvar. saúde, saúdes, etc. saudáveis, pl. de saudável.
saúde Do lat. salute, 'salvação', 'conservação da vida'.
Estado do indivíduo cujas funções orgânicas, físicas e mentais se acham em situação normal; estado do que é sadio ou são.
saudávelDo lat. vulg. *salubile, pela f. *saudabelle.
Conveniente à saúde; salutar, higiênico
são Do lat. sanu. Forma apocopada de santo que tem saúde; sadio: homem são; Ileso, salvo, incólume: Escapou são e salvo.
Indivíduo que tem saúde.
Qualidade do que é são.
Estado perfeito.
sadio Do lat. sanativu.Que dá saúde; saudável.

Vem então a interrogação: o que é Ser Santo?

E vou me inspirar na mensagem do José Gabriel Guimarães - Médico -Coordenador da Pastoral da Criança e do Menor de Barbacena - para refletir como ele: 


Ser Santo é ter um coração puro e solidário, é ser companheiro e amigo, promovendo a partilha de tudo o que somos e o que temos, é indignar-se e ser um incansável e corajoso guerreiro contra as injustiças sociais, é acolher e perdoar a todos, sem discriminações,
é amar ao próximo como a si mesmo, e até dar a própria vida, como nos ensina o evangelho, é ser total desprendido e desapegado das coisas materiais, ser desprovido de vaidades,
é ser, muitas vezes, incompreendido em suas palavras e ações,
é ter permanentemente o reflexo de Deus espelhado em sua face é realizar milagres, aliviar o sofrimento e transformar a vida das pessoas.
Ser santo é ser inteiro e estar disponível.
Abrahan Maslow, um dos pais da Psicologia Humanística,
dizia :
"Num certo sentido, apenas os santos são a humanidade".
O resto não deu certo...
Quer saber o que é um ser humano?


Estude os santos, não apenas os da tradição católica; também os da tradição hindu, taoísta, xamanística, da tradição sufi, todas as tradições; e os agnósticos também que são os santos sem tradição. É preciso estudar seres humanos que deram certo.
Nas palavras de madre Teresa de Calcutá (e de todos os pobres):
"Santidade não é um privilégio de poucos, é uma necessidade de cada um de nós".
E digo mais; nesse momento é uma obrigação de cada um de nós! Tenho hoje absoluta certeza que todos os caminhos que trilhamos mostraram sua ineficácia. Tanto as revoluções como as iniciativas de todo tipo não tem sido capazes de sensibilizar corações para produzir seres humanos que dão certo, ou seja, Santos.
Precisamos de algo novo, algo que tenha a capacidade de desinstalar a pasmaceira reinante, que possa desalojar o comodismo de quem acha que enquanto não chegou na minha casa não é comigo.
É preciso que se encontre um caminho para curar a Normose, que contaminou a população tanto a elite como os pobres. Uma Normose que contamina e torna omissos uns e apáticos os outros.
Eu continuo buscando e tentando dar certo.
Eu continuo me esforçando para ser  saudável, sto é sadio, isto é santo.
.

2 comentários:

  1. Obrigada por mais esta reflexão de sabedoria, meu amigo ZEH!! Ela me fez meditar que, para os padrões atuais da sociedade leiga e religiosa, não posso me julgar nem insana, como os fanáticos religiosos, nem santa porque penso que para isso é demais dificil para uma pobre mortal pecadora com tantas falhas como eu, necessitada da misericórdia divina!! Mas me fez muito bem sua reflexão!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariinha,
      a santidade é um processo, um esforço que todos nós de alguma forma estamos fazendo para estar de acordo com aquilo que acreditamos ser nossa missão. Não seja tão exigente, até Paulo confessou que fazia o que não queria e não conseguia fazer o que pretendia.
      Livre-se dessa armadilha de medo e culpa que a ICAR impôs à humanidade.Jesus foi claro: devemos orar em espirito e verdade, ou seja em comunhão com o todo ( em espírito, ou como diz Jean Yves: no sopro) e com sinceridade, integrados( em verdade). O importante é saber-se imagem e semelhança desse Deus que nos criou e portanto perfeitos como ele, filhos dele, destinados á alegria, à saúde e à verdadeira felicidade. Não se deixe contaminar com essa ideia de que vc é pecadora e que nada vale, Deus não cria nada imperfeito e além disso Jesus já resgatou todas as dívidas que por acaso venhamos a fazer. O mais importante é cuidar dos pequeninos como ele mesmo nos avisou que nos cobraria. Daí pra frente é festejar e se alegrar e viver a liberdade dos filhos de Deus.

      Excluir