Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

Total de visualizações de página

Seja Bem vindo (a)!

Agradeço por sua visita, ela é muito oportuna.
Aqui eu reúno pensamentos meus
e de outras pessoas com quem sinto afinidade de idéias e ideais.


"Vamos precisar de todo mundo
pra banir do mundo a opressão
Para construir a vida nova
vamos precisar de muito amor...

Vamos precisar de todo mundo,
um mais um é sempre mais que dois
Pra melhor juntar as nossas forças
é só repartir melhor o pão...

Deixa nascer o amor/Deixa fluir o amor
Deixa crescer o amor/Deixa viver o amor

O sal da terra,..." (
Beto Guedes)

7 de fevereiro de 2009

100 anos de um Dom

(J. Ricardo A. de Oliveira)

Eu me lembro quando ele veio a nossa casa para saber da história de minha avó que havia ficado curada de um cancer, no congresso Eucarítico de 1955. Com que carinho ele abraçou minha avó que estivera condenada a morte e agora esbanjava saúde e viveu muito bem e saudável até 1989. Desta época guardo até hoje o meu cartão de inscrição do congresso assinado por ele, a lembrança do sorrizo e o calor afetuoso de seu abraço.. Mais tarde, lembro de minha crisma, no dia seguinte da primeira eucaristia. A Igreja era a Basílica de NªSª de Lourdes em Vila Isabel e o bispo auxiliar era aquele cearence animado que ungiu a minha testa. Eu tinha então 9/10 anos.Na minha adolescencia, eu ainda me lembro dele fanzindo a testa quando nos falava de Jesus, do que ele tinha nos incumbido e da missão que tinhamos pela frente. Era um tempo difícil e a JEC tinha muitas atividades comandadas por esta figura maravilhosa.Mas, com os anos de ditadura ele foi mandado para longe e só muito mais tarde fomos nos reencontrar em vivitas que se repetiam todas as vezes que eu ia trabalhar naquelas bandas.Eu tenho muitas lembraças dele. Sinto saudade, mas guardo mesmo uma ponta de orgulho por ter convivido com este santo de verdade.Há alguns anos, o Dom já tinha ido para a morada dos justos e eu gostava de trocar e comentar lembranças com Dona Maria que fora secretária dele. Nos víammos na missa das 13:30 na Igreja NªSª do Parto no centro do Rio. Nunca mais a ví e nunca mais pude estar na cidade naquele horário..Lembranças , boas lembranças. Saudade, mistura de tristeza e alegria,mas de tudo o mais forte é a certeza da alegria de ter convivido um pouco com um verdadeiro enviado do Pai.Dom, onde quer que vc esteja neste seu aniversário, receba um abraço fraterno deste seu eterno admirador.
"Bença" Dom !

Nenhum comentário:

Postar um comentário