Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

você pode me acompanhar também

Minha página facebook:
https://web.facebook.com/jricoliveira

Ou a pagina do Blog no Facebook:
https://web.facebook.com/oAbsurdoeaGraca/

Seja Bem vindo (a)!

Agradeço por sua visita, ela é muito oportuna.
Aqui eu reúno pensamentos meus
e de outras pessoas com quem sinto afinidade de idéias e ideais.


"Vamos precisar de todo mundo
pra banir do mundo a opressão
Para construir a vida nova
vamos precisar de muito amor...

Vamos precisar de todo mundo,
um mais um é sempre mais que dois
Pra melhor juntar as nossas forças
é só repartir melhor o pão...

Deixa nascer o amor/Deixa fluir o amor
Deixa crescer o amor/Deixa viver o amor

O sal da terra,..." (
Beto Guedes)

29 de março de 2010

Escândalos envolvem a Igreja Romana e o papa Benedito

J Ricardo A. de OLiveira
sinistro, muito sinistro, diriam os adolescentes...

Será que a esta altura ainda é preciso estar preocupado com este senhor e com esta instituição?
Mais importante é seguir na obra de construção do reino. Há sem dúvida bons sacerdotes e bons bispos. O que precisamos tomar consciência é que cada um de nós individualmente é que precisa fazer a diferença.
Deixem de lado, a ICAR não é pior nem melhor que as outras instituições. O Sr Ratzinger não vai tomar posição contrária ao que a igreja sempre foi, desde que se tornou a sucessora do império de Roma que substituiu Césares por Papas.
Cada um de nós tem uma responsabilidade sacerdotal recebida no batismo e confirmada no crisma. E mesmo que não tenha sido formalmente confirmado, o simples desejo e tomada de posição nas fileiras do Cristo já é suficiente.
Pois então, celebrem na igreja ou em suas casas, trabalhem pela construção do Reino, sigam o exemplo e os pedidos que Jesus nos fez ao longo de sua estada aqui na terra, e vamos em frente.
Deixemos o papado e os purpurados à sua sorte. Eles terão que dar conta de suas posições.
Ninguém se salva por seguir à igreja ou ao papa e sim por se tornar um trabalhador da construção do reino conforme envio de Jesus.
Lembrem-se das palavras do anjo:
o Jesus que procurais voltará para pedir contas do que ele lhes pediu que fizessem. Certamente ele não pediu que discutíssemos com os daimons do caminho. Pelo contrário, nos avisou que quando não nos ouvíssem que batessemos as sandalhas para não levar nem o pó daquele lugar que deu as costas á mensagem dele.

Boa Semana Santa e lembrem-se de se recusarem a gritar
"crucifíca-o, crucifíca-o!"
durante a proclamação da Paixão nas celebrações, como a igreja quer.
Não somos nós que queremos mantê-lo crucificado.
De nossa parte já o seguimos ressuscitado adiante de nós
preparando-nos o lugar junto ao Pai como prometeu.

(J. Ricardo A de Oliveira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário