Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

você pode me acompanhar também

Minha página facebook:
https://web.facebook.com/jricoliveira

Ou a pagina do Blog no Facebook:
https://web.facebook.com/oAbsurdoeaGraca/

Seja Bem vindo (a)!

Agradeço por sua visita, ela é muito oportuna.
Aqui eu reúno pensamentos meus
e de outras pessoas com quem sinto afinidade de idéias e ideais.


"Vamos precisar de todo mundo
pra banir do mundo a opressão
Para construir a vida nova
vamos precisar de muito amor...

Vamos precisar de todo mundo,
um mais um é sempre mais que dois
Pra melhor juntar as nossas forças
é só repartir melhor o pão...

Deixa nascer o amor/Deixa fluir o amor
Deixa crescer o amor/Deixa viver o amor

O sal da terra,..." (
Beto Guedes)

6 de outubro de 2010

Segundo Turno das eleições

J Ricardo A. de Oliveira


Meus amigos vamos pensar bem, nós sabemos, não perdemos a memória e a realidade ai está para ser comprovada. O PT virou sim um saco de gatos e, gatos ladrões. Mas o que dizer do PSDB? E a infinidade de escândalos que se perderam na memória curta do povo brasileiro dos anos de mando da direita. “Pasta rosa”, o Abiackel e os diamantes mandados para o exterior e o recente mensalão dos "demos" de Brasilia. Os Malufs, o governador Ademar de Barros de triste memória que era chamado de rouba mas faz.

A política neste país sempre foi uma vergonha.

A História não dá saltos. Eu também gostaria de ver Plínio no comando, mas duvido que muitos que aqui me lêem aceitassem dividir seus bens com os necessitados compulsoriamente. Já vi muita gente que se diz de esquerda enxotar pobre e pedinte com o jargão: “Vai trabalhar vagabundo”. Em tese todo mundo é socialista, na pratica a teoria é outra. Dividir renda não é pra qualquer um...


O Governo Lula pode não ser nenhuma maravilha socialista, pode não corresponder ao que esperamos mas, não há como negar que foi sem sombra de dúvida o melhor governo dos últimos 50 anos que o Brasil já teve.

Eu concordo: é politiqueiro, corrupto, assistencialista, mas duvido que alguém tenha coragem de dizer que foi pior do que os 8 anos em que FHC esteve no governo ou que os anos de Itamar, Sarney e os militares foram melhhores.

É claro que fez muitas concessões à direita. Mas alguém acha que o Lula entraria no governo se os caciques não deixassem, ou que se recusasse a fazer estas concessões?

O que precisa ficar bem claro é que apesar de tudo isso, tudo que abominamos, há sim uma mudança, pequena que seja, acontecendo. Há uma melhoria do nível de emprego, há uma semente de distribuição de renda, há uma melhoria no salário mínimo e no padrão de vida das classes mais pobres. É inegável.

Hoje é possível passar pelo Vale do Jequitinhonha e ver cidadãos e não gente rastejante.

O Brasil é enorme, e dar conta disso tudo é uma tarefa monumental. Por menos que tenha feito os oito anos do PT no governo mudaram a cara do Brasil, mesmo que seja uma mudança ainda tênue, comparada com a nossa expectativa, mas mudou e para melhor.

Ouvindo o mestre Leonardo Boff chego à mesma conclusão que ele, mesmo que não seja a escolha que eu gostaria de fazer, mesmo que eu não tenha votado na Dilma no primeiro turno, mesmo que considere o PT não mais o partido de esquerda que eu sempre defendi, mesmo que hoje eu não coloque mais a bandeira vermelha com a estrela da esperança na minha janela, mesmo que ainda apareçam muitas razões em contrário, voltar na estrada, colocar, com meu voto ou com minha omissão, os DEMotucanos de volta no poder, seria trair a minha história, seria cuspir no prato que comi, seria uma insanidade.

A Dilma não é nem de longe a candidata que eu gostaria de ver governando o BRASIL, mas daí aceitar o Serra no governo, isso seria caso para recomendar a minha internação.



Nenhum comentário:

Postar um comentário