Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

Total de visualizações de página

Seja Bem vindo (a)!

Agradeço por sua visita, ela é muito oportuna.
Aqui eu reúno pensamentos meus
e de outras pessoas com quem sinto afinidade de idéias e ideais.


"Vamos precisar de todo mundo
pra banir do mundo a opressão
Para construir a vida nova
vamos precisar de muito amor...

Vamos precisar de todo mundo,
um mais um é sempre mais que dois
Pra melhor juntar as nossas forças
é só repartir melhor o pão...

Deixa nascer o amor/Deixa fluir o amor
Deixa crescer o amor/Deixa viver o amor

O sal da terra,..." (
Beto Guedes)

10 de abril de 2012

O Sudário de Turim

O Artigo do Paulo é antigo, mas como a Veja está trazendo o tema á tona  pedi autorização ao Paulo e ele concedeu para que publicasse aqui os comentários dele.
Já conhecia o artigo dele publicado em 2001 e acho muito interessante a leitura.
J Ricardo









Texto  envado pelo Paulo Urban

Acordei hoje cedo com telefonas de dois amigos, um deles advogado, informando-me que a Revista Veja desta semana, ediçao 2263, de 4 de abril de 2012, traz matéria de capa sobre o Santo Sudário, parte dela plagiando texto meu, no que se refere às minhas ideias, ponto de vista e maneira de argumentar sobre o tema, conforme matéria que publicamos faz onze anos, na Revista Planeta, edição 343, de abril de 2001.
Bem... lá fui eu comprar a Revisita e acabo de ler a matéria. Mas observo: "Não, não creio que seja plágio de modo algum, embora, convenhamos, a cronologia sobre o manto publicada pela Veja em forma de box na matéria, ao longo das seis páginas a isso dedicadas, com datas e fatos especialmente escolhidos, esteja de fato 'ipsis literis' atrelada à cronologia que publiquei originalmente em nosso texto de 2001". Também os pontos nevrálgicos sobre o assunto que elegi para compor uma matéria convincente sobre o tema, elementos estes que cumprem provar a veracidade do Sudário, vejo aqui, foram praticamente os mesmos escolhidos pela jornalista que assina a publicação de Veja desta semana. Mas tampouco vejo plágio algum nisso, ademais, o importante mesmo é que o assunto seja devidamente divulgado. Afinal, a verdade sempre prevalece, ainda que seja preciso 2 mil anos para tanto.
Enfim, só tenho que dar meus reiterados parabéns à nossa colega jornalista que ousa trazer mais uma vez à tona, em data oportuna, este polêmico tema, e o faz de modo a confirmar, ratificar e atestar aquilo que alguns pesquisadores - e isso muito antes do inglês Thomas de Wesselow, autor do livro "O Sinal", Cia das Letras - motivo de sua matéria - já vêm dizendo desde quando o malfadado teste de datação pelo Carbono 14, realizado na década de 1990, fez espalhar pelo mundo enorme monta de boatarias e outros equívocos a respeito do Sagrado Manto.
Enfim, convido nossos leitores todos a que leiam, pois, ambas as matérias. A revista Veja, todos sabem, pode ser encontrada, por exemplo, na Banca de jornais aqui ao lado de minha casa; já nosso texto sobre o Santo Sudário, onze anos antes atestando ser legítima tal relíquia bíblica, pode ser lido em nosso site, o "Amigo da Alma", bastando para tanto clicar sobre o link que oferecemos abaixo:   
O SUDÁRIO DE TURIM

é sugestão de leitura de Paulo Urban
para esta sexta-feira da Paixão.
Embora publicado em abril/2001,
o artigo permanece plenamente atualizado,
posto que leva em conta as últimas
e mais contundentes revelações sobre o pano de linho,
feitas pelo cientista espanhol Leoncio Garza-Valdes,
cujos estudos atestam a completa legitimidade do Sudário.
Dr. Garza-Valdes é médico microbiologista,
prof. da Universidade do Texas, 
e autor da obra "O DNA de Deus",
editora Mandarim, 2000. 
O texto, ricamente ilustrado,
pode ser lido no site: www.amigodaalma.com.br
Para acessá-lo, basta clicar sobre o link:
2009/12/27/o-sudario-de-turim/
PAULO URBAN,
SONETISTA do AQUARISMO,
médico psiquiatra, Psicoterapeuta do Encantamento
P.S. 1) Visite também www.paulourban.com.br , leia e assine (deixando seu comentário) O Manifesto da Nova Consciência

Nenhum comentário:

Postar um comentário