Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

Total de visualizações de página

Seja Bem vindo (a)!

Agradeço por sua visita, ela é muito oportuna.
Aqui eu reúno pensamentos meus
e de outras pessoas com quem sinto afinidade de idéias e ideais.


"Vamos precisar de todo mundo
pra banir do mundo a opressão
Para construir a vida nova
vamos precisar de muito amor...

Vamos precisar de todo mundo,
um mais um é sempre mais que dois
Pra melhor juntar as nossas forças
é só repartir melhor o pão...

Deixa nascer o amor/Deixa fluir o amor
Deixa crescer o amor/Deixa viver o amor

O sal da terra,..." (
Beto Guedes)

13 de junho de 2013

Cansei !

Alguém me disse que ligasse a TV coisa que raramente faço, para ver o que estava acontecendo... Liguei e logo percebi que não estava vendo o que estava acontecendo e sim o que queriam que eu achasse que estava acontecendo...



“Vândalos, arruaceiros obrigam a policia a tomar medidas mais drásticas e violentas para conter blá blá blá...”
Mudo de canal e vejo/ouço algo inusitado: “A policia fechou a Paulista porque os manifestantes queriam interromper o trânsito na Paulista!”
Como?
Pensei, ora a policia resolveu garantir a ordem e acompanhar o protesto.
Nada disso ! E, logo se viu policiais atacando manifestantes que estavam na calçada aplaudindo.
Aos aplausos, bombas de gaz e balas de borracha.
Em outro lugar uma das balas é disparada de um carro da polícia em direção a uma repórter e atinge o olho da profissional. Mas por que ? Ela estava trabalhando e não
se manifestando. Manifestar-se é crime, ou voltou a ser como no tempo da ditadura?

Mudo de canal e o repórter elogia a manifestação no Rio, ordeira, sem vandalismos. Ele chega a dizer-se orgulhoso de estar sendo representado ali porque ele também é trabalhador e gostaria de estar lá, se não tivesse que estar trabalhando...
Minutos depois a policia parece que não gostou muito da ordem e apesar de não ser mais hora do Rush encrencou com os manifestantes e passou a jogar bombas e atirar. tumulto, confusão quebra-quebra... e o que era uma manifestação de civilidade virou baderna por total irresponsabilidade de quem deveria manter a ordem.
O discurso muda e os manifestantes passam de rapazes e moças ordeiros para vândalos, arruaceiros etc, etc, etc...

Numa outra estação um apresentador resolve fazer uma enquete: Quem e à favor ou contra? E o a favor dispara !
Sem nenhuma cerimônia, ao vivo e a cores ele muda a pergunta, numa manipulação absurda e vergonhosa. A pergunta passa a ser quem é a favor da manifestação com vandalismo e quem é contra.
Para azar dele o à favor salta na frente e chega a ser o dobro dos que são contra. Com “cara de bunda” ele nem comenta mais...


Eu acho revoltante. Sempre ouvi criticas de que os brasileiros são omissos, que não protestam e que nos outros países sim o povo se organiza e exige seus direitos.
Mas essas mesmas pessoas vem comentar que 0,20 centavos é muito pouco para protestar, ou que há coisas mais importantes...

Na verdade sempre foi assim, basta alguém ir para rua protestar que logo aparece alguém para criticar, chamar de desocupado... ... ou de arruaceiro, vândalo.
O que está acontecendo é que o povo ou uma parcela dele acordou e resolveu dizer que não concorda que não aguenta mais. Não são os 0, 20 centavos é na verdade, tudo que está entalado na garganta e que precisa ser mudado.
Mas vendo os jornais e muitos comentários nas redes sociais eu chego a conclusão que grande parte da população brasileira não é vitima, é cúmplice do que ai está.

Eu já vi esse filme, já estive lá, nas ruas, tomando porrada e fugindo das bombas de gaz. Hoje não tenho mais os 17 anos de 68 e estou chegando a conclusão triste de que o Brasil não muda porque os brasileiros não querem sair de seu comodismo. Querem reclamar, mas não querem mudar, querem levar vantagem, não importa como, afinal o negocio é ficar esperto, e se estão por baixo, qualquer regra serve para ficar por cima e F*- se os otários.

Me desculpem, há momentos que se chega a ter dúvidas daquilo que se acredita, algo como aquela frase batida do Rui Barbosa: de tanto ver triunfar as nulidades... etc, etc, etc...


Nenhum comentário:

Postar um comentário