Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

Total de visualizações de página

25 de julho de 2013

Discurso do papa na Catedral Metropolitana com os Argentinos



Em encontro com argentinos na Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, o Papa Francisco clamou pela fé e pediu aos jovens que vão às ruas durante a Jornada Mundial da Juventude:
“Muito obrigado pelos que estão aqui dentro e pelos 30 mil que estão lá fora. Cumprimento todos vocês a partir daqui. Espero uma confusão na Jornada Mundial da Juventude. Mas quero confusão e agito nas dioceses, que vocês saiam às ruas. Quero que a Igreja vá para as ruas. Quero que nos defendamos de tudo que seja acomodação e ficar fechado em torno de nós mesmos. As paróquias devem sair às ruas. Se não, acabam se transformando numa ONG. E a Igreja não pode ser uma ONG”
Aos argentinos reunidos na Catedral Metropolitana, Francisco disse: "O Senhor deixou no meio de nós a sua mãe para que nos acompanhasse. Que ela cuide de todos nós, nos proteja no nosso caminho, no nosso coração, na nossa fé. Que nos faça discípulos, assim como ela foi, e missionária, como ela também foi. Abençoamos essa imagem que vai percorrer o país. Que ela com sua mansidão, com sua paz, nos mostre o caminho."
O Papa ainda pediu que os argentinos rezassem por ele e voltou a ressaltar a importância de não se idolatrar o “deus dinheiro”: “O culto ao 'deus dinheiro' é tão grande, que estamos gerando uma exclusão dos dois polos da vida, que são os idosos e os jovens. Essa civilização nos levou a excluir as duas pontas que são o nosso futuro”.



Sua Santidade também falou diretamente aos jovens e pediu para que não abandonem os idosos: "Não deixem de ser a reserva cultural do nosso povo, que transmite a justiça e a memória. Por favor, não briguem com os idosos. Ouçam-os e levem seus conselhos a diante. É por isso que vocês devem trabalhar."

O Papa deixou a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro às 13h10. Após compromissos cumpridos desde o início manhã, Francisco segue de carro fechado para residência no Sumaré. Após almoçar e descansar, ele retomará a agenda de compromissos, que inclui um evento da Jornada Mundial da Juventude, em Copacabana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário