Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

Total de visualizações de página

6 de agosto de 2014

Seria cômico se nao representasse um sinal de nossa decadência como civilização

.
Não há mais dúvidas de que a civilização ocidental, capitalista e globalizada está em, processo de decomposição. Imagine "um sanduíche" como índice econômico !
E o pior é que não se trata de uma brincadeira, vejam os fatos. 
O Indic Big Mac existe desde 1986 !
https://br.financas.yahoo.com/noticias/brasil-tem-big-mac-caro-172800577.html
SÃO PAULO - Virou rotina para o brasileiro liderar os rankings de produtos mais caros do mundo. Agora, assume a liderança do famoso Índice Big Mac, em preços ajustados, da revista britânica The Economist, existente desde o ano de 1986. 
O levantamento revela que o Brasil tem o 5º sanduíche mais caro do mundo em termos absolutos, aos US$ 5,86, atrás de Noruega (US$ 7,76), Suíça (US$ 6,83), Venezuela (US$ 6,82) e Suécia (US$ 5,95), mostrando uma taxa de sobravalorização ao dólar de 22,1% - já que o mesmo sanduíche nos EUA custa apenas US$ 4,80.
Porém, no índice ajustado assumimos a primeira posição, com um Big Mac se mostrando 86,8% mais caro no Brasil do que nos Estados Unidos, quando se leva em conta o custo do trabalho e a renda média da população - que, naturalmente, são menores no Brasil do que nos países desenvolvidos.
Quando se leva em conta esse fator, descobre-se que o segundo lugar no mundo onde o Big Mac é mais caro em termos relativos é na Colômbia, onde cada sanduíche sai US$ 4,65 - 55,7% mais caro do que o equivalente nos Estados Unidos, mesmo que nominalmente ele seja mais barato. A terceira posição fica com a Turquia, onde o preço de US$ 4,42 é 42,9% superior ao preço do Big Mac em seu país de origem. 
O lanche mais barato em termos ajustados fica em Hong Kong, onde ele custa US$ 2,43, 41,8% menos do que nos EUA. A Índia tem o segundo sanduíche mais barato, aos US$ 1,75 - 35,9% menos do que nos EUA -, embora por lá o Big Mac seja feito de frango. Além disso, a Índia também é O sanduíche mais barato nominalmente fica na Ucrânica, ao valor de US$ 1,63. 
Confira abaixo os 10 sanduíches mais caros de julho:
PosiçãoValores absolutosValores relativos
PaísPreço% acima dos EUAPaísPreçp% acima dos EUA
Fonte: The Economist
* Média ponderada dos países membros 
1ª posiçãoNoruegaUS$ 7,7661,8%BrasilUS$ 5,8686,8%
2ª posiçãoSuíçaUS$ 6,8342,4%ColômbiaUS$ 4,6555,7%
3ª posiçãoVenezuelaUS$ 6,8242,2%TurquiaUS$ 4,4242,9%
4ª posiçãoSuéciaUS$ 5,9524,2%FilipinasUS$ 3,7033,7%
5ª posiçãoBrasilUS$ 5,8622,1%IsraelUS$ 5,1326,8%
6ª posiçãoCanadáUS$ 5,259,5%PeruUS$ 3,5922,3%
7ª posiçãoDinamarcaUS$ 5,157,3%SuéciaUS$ 5,9520,9%
8ª posiçãoIsraelUS$ 5,136,9%HungriaUS$ 3,7718,5%
9ª posiçãoZona do Euro*US$ 4,953,3%Zona do Euro*US$ 4,9518,4%
10ª posiçãoNova ZelândiaUS$ 4,943,3%Nova ZelândiaUS$ 4,9416,5%
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário