Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

Total de visualizações de página

20 de outubro de 2014

A insistente recusa de algumas pessoas em falar de politica



Tenho visto com frequencial pessoas que dizem não querer se misturar, e até "sujar-se" com o que chamam de "mar de lama" da politica. Como se esta posição não fosse ela própria uma posição politica, e diga-se da pior politica que se pode exercer, a omissão.
 De certa forma tenho procurado entender. Todo este estado de coisas, a campanha politica mentirosa dos meios de comunicação, o ódio que vem sendo instilado ao logo dos últimos anos, a desinformação generalizada acaba por desembocar na recusa de algumas pessoas em se "misturar" com este "tipo de assunto". Isto me faz lembrar de um grande personagem da história de nossa civilização ocidental.  Considerado herege pela igreja,  por suas ideias e porque recusava-se a usar a língua oficial, desmoralizado pela inquisição que impedia a divulgação de suas ideias e garantia que as ideias distorcidas sobre ele circulassem livremente, teria sido assado sem batatas, se não tivesse morrido antes. Sim, o grande maister Eckhart foi condenado ao silencio e por muitos anos ficou na obscuridade, mesmo depois de sua morte. 
Desde a idade média pensar fora dos cânones sempre gerou incompreensão e perseguições. Não é muito diferente nos nossos dias, embora as fogueiras tenham sido contextualizadas para nossa época. Aliás, nosso mestre e senhor acabou pendurado numa cruz, exatamente por pensar fora da caixinha e desafiar o poder fossilizado dos poderosos de sua época.

Peço que me desculpem a sinceridade, mas eu escolhi seguir alguém que me pediu que me tornasse operário, e divulgador da construção de um REINO. Certo ou errado eu tenho o defeito de tentar, embora de forma muito imprecisa e distante da dEle, ser parecido com a sua ousadia neste anuncio. Jesus, o mestre dos mestres não veio ao mundo apenas para ensinar-nos a orar, veio como ele mesmo disse trazer a incomoda e desestabilizadora mensagem de que é preciso não abrir mão da vida, da vida em sua inteireza. Aquela mesma que o fez estar junto de ladrões, prostitutas, adulteras, de fariseus, de cobradores de impostos, dos impuros e execrados samaritanos... Ele fez politica, não se furtou em tomar posição contra o povo em favor da adultera. Não se negou a curar o efebo, o amante do centurião da Roma que oprimia os judeus, mesmo sabendo que o judaísmo não aceitava a homoafetividade. E deixou-nos um alerta bastante duro com relação aos mornos.
Temos um momento muito difícil no país, há muita raiva e até ódio rondando. espero não estar contribuindo para o aumento destes sentimentos indesejáveis, não é esta a minha intenção, mas seria para os meus valores uma omissão  não me pronunciar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário