Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

Total de visualizações de página

16 de abril de 2016

A Vigilia pela Democracia e pela Paz no Brasil

Vivemos um momento difícil para nosso país. Há forças poderosas se antagonizando. É fundamental cultivar sentimentos de Paz e fraternidade e vibrar essa sensação de Paz e fraternidade.



Na verdade o que eu quero mesmo é PAZ. Mas não uma paz omissa, acomodada e fictícia. Eu quero a PAZ que é fruto da JUSTIÇA e da FRATERNIDADE.
"Quero a utopia, quero tudo e mais/ Quero a felicidade nos olhos de um pai
Quero a alegria muita gente feliz/ 
QUERO QUE A JUSTIÇA REINE EM MEU PAÍS" 
(Coração Civil-Milton Nascimento)






Iniciemos a nossa vigília cantando
O Povo de Deus
No deserto andava...


Invocamos os muitos mártires que tombaram na caminhada em defesa de nossa liberdade

Cantemos:

Pai Nosso!
dos pobres marginalizados 



Se calarem a voz dos profetas
As pedras falarão...


Canto Bíblico (do ofício divino das comunidades)

Boca de povo (Is 65,17-25) "Vi então um novo céu e uma nova terra"(Ap 21,1).
Cantando o sonho de Deus, de criar novos céus e nova terra, sintamo-nos comprometidos em participar deste projeto e testemunhar a chegada destes dias. Boca de povo - povo! Gritando o novo - novo! Senhor Deus mandou dizer: 1. Eu vou criar Um novo céu e nova terra E o que passou, passou; As misérias suportadas Já não mais serão lembradas, Todo mundo a se alegrar Com o que eu vou criar! 2. Eu vou tornar Jerusalém uma alegria, Todo o povo a sorrir; Na cidade eu vou vibrar Vendo o povo a se alegrar, Já não mais se ouvirão Choros nem lamentação! 150/505 3. Que já não mais as criancinhas pequeninas Morrerão sem se criar; Ninguém mais vai falecer Sem toda a vida viver, Com cem anos um menino, Morrer antes, mau destino! 4. Que os trabalhadores Casas construindo, Nelas eles vão morar; Seus roçados plantarão, Dos seus frutos comerão; Ninguém mais constrói, nem planta, Pra que outro more e coma! 5. Os meus eleitos Como as árvores vivendo Do trabalho de suas mãos Eles vão, sim, desfrutar E não mais em vão cansar; Por Deus raça abençoada, Eles e a filharada! 6. Antes que eles Por mim chamem, já respondo, Inda pedem e já atendi; Comerão bem juntos todos, Boi, leão, cordeiro e lobo; Nem mal, nem destruição Em meu monte mais farão!

SALMO 4 ( do oficio Divino das Comunidades)

"Não tenha medo, pequeno rebanho, porque o Pai de vocês tem prazer em dar-lhes o reino" (Lc 12,32). 
Nesta oração, expressemos a confiança no Senhor que nos acompanha sempre, nos defende das ilusões do mundo e nos dá a sua paz.
1. Ó Deus, ao ouvir meu clamor, responde, ó meu defensor! Tu abrandas meu grande penar, piedade, quando eu te chamar! 2. Vocês andarão me insultando, tentando iludir-se, até quando?... Por mim o Senhor faz prodígios, e saibam que me ouve os pedidos. 3. Temendo, não pequem, vigiem, na calma da noite meditem... Ofertem os dons da justiça, confiem a Deus sua vida! 4. São muitos aí a dizer: "Felizes, quem vai nos fazer?" A luz de tua face, qual sol, levanta, Senhor, sobre nós! 5. Maior alegria me deste que a deles em dia de festa... Em paz eu me deito e durmo, me deixas, Senhor, tão seguro! 6. Ao Pai demos glória e a Jesus, seu Filho, que é nossa luz! Ao Espírito, amor e ternura, louvores de toda criatura


Utopia - Zé Vicente


Baião das comunidades 


Dádivas


Canto de Maria 

O Senhor fez em mim maravilhas,
Santo é seu nome. - A minh'alma engrandece o Senhor
E exulta o meu espírito em Deus, meu Salvador; 
- Porque olhou para a humildade de sua serva,

Doravante as gerações hão de chamar-me de bendita.
- O Poderoso fez em mim maravilhas,
E santo é o seu nome! - Seu amor para sempre se estende
Sobre aqueles que o temem; - Manifesta o poder de seu braço,
Dispersa os soberbos; - Derruba os poderosos de seus tronos
E eleva os humildes; - Sacia de bens os famintos,
Despede os ricos sem nada. - Acolhe Israel, seu servidor,
Fiel ao seu amor. - Como havia prometido a nossos pais,
Em favor de Abraão e de seus filhos para sempre. 


Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. 
Amém!

Cantemos a "Gloria de Deus


   


Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus

Mateus 25:31-41


31 "Quando o Filho do homem vier em sua glória, com todos os anjos, ele se assentará em seu trono na glória celestial.
32 Todas as nações serão reunidas diante dele, e ele separará umas das outras como o pastor separa as ovelhas dos bodes.
33 E colocará as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda.
34 "Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: 'Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que foi preparado para vocês desde a criação do mundo.
35 Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram;
36 necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram'.
37 "Então os justos lhe responderão: 'Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber?
38 Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos?
39 Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar?'
40 "O Rei responderá: 'Digo a verdade: O que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram'.
41 "Então ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: 'Malditos, apartem-se de mim para o fogo eterno, preparado para o Diabo e os seus anjos.

Cantemos
Momento Novo




Pelos caminhos da América ( Zé Vicente)
(do Oficio Divino das Comunidades)

Pelos caminhos da América 
Latino América!

1. Pelos caminhos da América,
Há tanta dor, tanto pranto,
Nuvens, mistérios e encantos,
Que envolvem nosso caminhar.
Há cruzes beirando a estrada,
Pedras manchadas de sangue,
Apontando como setas
Que a liberdade é pra lá!...

2. Pelos caminhos da América,
Há monumentos sem rosto!
Heróis pintados, mau gosto,
Livros de história sem cor,
Caveiras de ditadores
Soldados tristes, calados,
Com olhos esbugalhados
Vendo avançar o Amor!

3. Pelos caminhos da América,
Há mães gritando qual loucas.
Antes que fiquem tão roucas,
Digam aonde acharão
Seus filhos mortos, levados
Na noite da tirania!
Mesmo que matem o dia,
Elas jamais calarão!

4. Pelos caminhos da América,
No centro do Continente,
Marcham punhados de gente
Com a vitória na mão!
Nos mandam sonhos, cantigas,
Em nome da liberdade.
Com o fuzil da verdade
Combatem firme o dragão!

5. Pelos caminhos da América,
Bandeiras de um novo tempo
Vão semeando no vento
Frases teimosas de Paz!
Lá, na mais alta montanha
Há um pau d'arco florido:
Um guerrilheiro querido
Que foi buscar o amanhã!

6. Pelos caminhos da América,
Há um índio tocando flauta,
Recusando a velha pauta
Que o sistema lhe impôs.
No violão, um menino,
E um negro toca tambores.
Há sobre a mesa umas flores
Pra festa que vem 



Liberdade (do saudoso Zé Martins)
Liberdade vem e canta
e saúda este novo Sol que vem.
Canta com alegria o escondido

amor que no peito tens.

Mira o céu azul
espaço aberto pra te acolher
Mira o céu azul 
espaço aberto pra te acolher

Liberdade vem e pisa 
este firme chão de verde ramagem.
Canta louvando as flores
que ao bailar do vento 
fazem sua mensagem.

Mira estas flores 
abraço aberto pra te colher.
Mira estas flores 
abraço aberto pra te acolher.

Liberdade vem e pousa 
nesta dura América triste vendida.
Canta com o teu grito
nossos filhos mortos e a paz ferida.

Mira este lugar
desejo aberto pra te acolher. 
Mira este lugar
desejo aberto pra te acolher.

Liberdade, liberdade
és o desejo que nos faz viver.
És o grande sentido
de uma vida pronta para morrer.

Mira o nosso chão
banhado em sangue pra reviver.
Mira a nossa América 
banhada em morte pra renascer.



Estamos em vigília Pelo Brasil

Pai e mãe que estais aqui, no meu mais íntimo, santificado seja o teu nome. Venha até mim o teu reino de amor, Paz e compaixão.
Que eu revele a tua vontade antes da minha e que eu a honre, aqui e em todo o universo,
O pão do meu sustento tanto físico como espiritual me permita ganhar honestamente no dia a dia. Sê compassivo e misericordioso para com os meus erros e tropeços, assim como eu estou me esforçando para conseguir ser para com o meu próximo.
Me ajude a recusar os convites para me desviar do caminho da caridade,da humildade, da compaixão e da misericórdia e livra-me dos caminhos tortuosos de aparência sedutora, mas que me afastarão da tua Presença. Ensina-me a mais comungar e menos consumir. Porque só em tí se encontra o AMOR, o poder e a glória hoje e sempre.


Bom Jesus da pobreza
1. Bendito louvado seja/ O bom Jesus da pobreza.
Se os pobres não trabalharem/ Os ricos não têm nobreza.

2. Meu bom Jesus da pobreza/ Defendei -nos dos ladrões, 
Que nos expulsam da terra/ Pra enricar com o sertão.

3. Bom Jesus, dai terra aos pobres/ Que vivem aos emboléus, 
Mandai outro conselheiro/ Que proclame o jubileu.

4. Bom Jesus samaritano/ Livrai-nos desta aflição, 
- Dai-nos terra, água, saúde/ Pra ganharmos nosso pão.

5. Ofereço este bendito/ Pro Senhor que está na cruz. 
Que nos leve até na glória,/ Para sempre. Amém. Jesus!



Amor Imenso - Nando Cordel
Vem, tá difícil viver, sem você, por aqui
Vem colorir nosso mundo e me fazer feliz
Traz teu amor, que é tão forte e de muita beleza

Meu coração não consegue viver na incerteza

Abre a porta e deixe entrar
Essa paz que faz o amor imenso,
Imenso 2x)

Vamos deixar o amor enramar essa terra
Vamos deixar essa paz enraizar todo o mundo
Vamos deixar a pureza invadir nossos corações
Se transformar em corrente, em busca de soluções

Abre a porta e deixe entrar
Essa paz que faz o amor imenso
Imenso (2x)


Oração Africana 
( do oficio Divino das Comunidades)

Estamos sentados na Terra, Temos o coração pequeno.
Invocamos quem tem compaixão de nós,
Tu que habitas o céu luminoso, Dai-nos a Paz 
e não deixes ficar triste o nosso coração.

Paz pela Paz



Permanece Conosco, Senhor 
( Mov. FOCOLARES)

A sombra vai se abrindo, quando a noite cai
E vão fugindo tantas luzes
De um dia, que jamais há de se acabar;

De um dia, que há de começar sempre;
Porque sabemos que uma nova vida,
Aqui nascida, ninguém mais cancelará.

Se tu vais agora, anoitecerá
Se tu vais embora, Senhor, o que será?
Se tu vais agora, anoitecerá;
Mas se permaneces, a noite não virá.

Como o mar se espraia, infinitamente,
O vento soprará e abrirá os caminhos escondidos.
Tantos corações hão de ver uma nova luz clara,
Como uma chama que, onde passa, queima.
O Teu amor todo mundo invadirá.

Se tu vais agora, anoitecerá…
A humanidade luta, sofre e espera.
È terra seca e no céu não há nuvens,
Mas a vida não lhe faltará;
E a esperança brilhará para sempre.
Contigo unidos, oh! Fonte de água viva,
Tua presença o deserto acabará.

Se tu vais agora, anoitecerá…



Louvemos a Deus que se manifesta 
nas culturas indígenas 
do nosso Brasil. 

Povo massacrado e perseguido e expulso de suas terras

Oremos por todos os povos da pátria ameríndia.
Ouve Deus de amor, o nosso clamor 
Ouve Deus de amor, O nosso clamor 
Ouve Deus de amor, o nosso clamor.

Ó nosso primeiro Pai, ó nossa primeira mãe, 
foste tu quem por primeiro conheceste nossa maneira
de ser, foste tu quem primeiro falaste a palavra fundamental, 
antes de abrir a morada desta terra.
Dá-nos grandeza de coração, 
para conviver na paz e viver em pé nesta terra. 
(oração guarani)

A ti me curvo na força do vento, a ti bebo nos raios do sol. 
Aos montes proclamo tua majestade 
e contemplo tua imagem refletida no lago. 
Escuto tuas palavras na voz dos passarinhos 
e recebo de ti a tranquilidade 
para conviver em paz com todas as criaturas.
(oração indígena)

Ouve ó Deus, o grito do teu povo,
Ouve, Cristo, vem para nos salvar.


Oremos com todas as comunidades negras...

Comunidades de periferias, sem vez e nem voz, 
maioria tratada como minoria. 
a quem é negado os direitos de cidadania.

Senhor Deus dos aflitos,
escuta os nossos gritos, Senhor!

Oração: 
Olorum, supremo Deus de amor, 
dá-nos teu axé, faze-nos descobrir ao redor de nós, 
teus orixás que nos ligam contigo, 
com a natureza e com tudo o que é criado. 

Dá-nos teu axé.

Ouve ó Deus, o grito do teu povo,
Ouve, Cristo, vem para nos salvar.

Reflexão 

Mateus 5, 1-12
1 Vendo as multidões, Jesus subiu ao monte e se assentou. 
Seus discípulos aproximaram-se dele,
2 e ele começou a ensiná-los, dizendo:
3 "Bem-aventurados

os pobres em espírito,
pois deles é o Reino dos céus.
4 Bem-aventurados
os que choram,
pois serão consolados.
5 Bem-aventurados os humildes,
pois eles receberão a terra por herança.
6 Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça,
pois serão satisfeitos.
7 Bem-aventurados
os misericordiosos,
pois obterão misericórdia.
8 Bem-aventurados
os puros de coração,
pois verão a Deus.
9 Bem-aventurados
os pacificadores,
pois serão chamados
filhos de Deus.
10 Bem-aventurados
os perseguidos
por causa da justiça,
pois deles é o Reino dos céus.
11 "Bem-aventurados serão vocês quando, 
por minha causa, os insultarem, 
os perseguirem 
e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês.
12 Alegrem-se e regozijem-se, 
porque grande é a sua recompensa nos céus, 
pois da mesma forma perseguiram 
os profetas que viveram antes de vocês.




Estamos chegando ao fim desa nossa vigília e queremos entregar em tuas mãos, Deus de Amor o nosso destino e o destino desta imensa nação brasileira, a tua Terra da Santa Cruz.


Deus vos salve, Deus,
Deus vos salve, Deus
Deus salve o universo

Onde mora Deus,
... vos salve, Deus,
Deus vos salve, Deus,
Deus salve o Brasil
Onde mora Deus...


Oração:

Do coração de Deus de onde emana a Paz e a Luz e com a ajuda de todos os santos e de todos os Espíritos de luz que a terra e todos os seres pensantes sejam abençoados com amor-bondade. Que toda a terra seja abençoada com grande alegria, felicidade e
paz divina. Que toda a terra e todos os seres pensantes sejam abençoados com compreensão,harmonia, boa vontade e desejo de bem. 
Assim seja.
Ouve ó Deus, o grito do teu povo,
Ouve, Cristo, vem para nos salvar.

Brasil Coração do Mundo, Pátria do evangelho !
Não permita o bom Deus que aqui se instale a tribulação,
Não permita o Deus único de tantos nomes, 
que vençam aqueles que querem desviar do caminho 
a luta pela dignidade dos filhos amados de Deus.

Brasil Terra de tantas crenças, 
de tantas etnias, que tanto lutou para alcançar a igualdade, 
a liberdade e a Paz.

Irmanados de Norte a Sul estamos todos, 
não nos dispense ó Deus de mãos vazias, 
nós confiamos que seremos ouvidos 
em nosso grito pela dignidade de teus filhos Senhor.
Que o sangue de tantos inocentes não tenha sido em vão.
Que a justiça seja soberana 
para que possamos viver na PAZ e na Fraternidade.
Amém !

Que o Deus de muitos Nomes, amado por todos os povos nos abençoe a todos .
Amém ! Axé ! Awerê !

Canto final

Que cada um, segundo a sua missão, vá anunciar 
Um novo tempo de Justiça, Paz e liberdade 
para o nosso Brasil


É missão de todos nós ! 
( Zé Vicente)
O Deus que me criou, me quis me consagrou
Para anunciar o seu amor.(bis)
Eu sou como chuva em terra seca, pra saciar,
Fazer brotar eu vivo pra amar e pra servir! (bis)

É missão de todos nós Deus chama, eu quero ouvir a sua voz! (bis)
Eu sou como a flor por sobre o muro (bis)
Eu tenho mel, sabor do céu
Eu vivo pra amar e pra servir. (bis)

Eu sou como estrela em noite escura. (bis)
Eu levo aluz sigo a Jesus.
Eu vivo pra amar e pra servir! (bis)

Eu sou, sou profeta da verdade. (bis)
canto a justiça e a liberdade.
Eu vivo para amar e pra servir! (bis)



Bendito dos Romeiros

Bendita e louvada seja esta romaria
Bendito o povo que marcha,
bendito o povo que marcha,

tendo Cristo como guia

Sou, sou teu, Senhor,
sou povo novo, retirante e lutador,
Deus dos peregrinos, dos pequeninos,
Jesus Cristo redentor.

No Egito, antigamente, no meio da 
escravidão, Deus libertou o seu povo. Hoje
ele passa de novo gritando a libertação.

Para a terra prometida o povo de Deus
marchou, Moisés andava na frente. Hoje 
Moisés é a gente quando enfrenta o 
opressor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário