Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

Total de visualizações de página

Seja Bem vindo (a)!

Agradeço por sua visita, ela é muito oportuna.
Aqui eu reúno pensamentos meus
e de outras pessoas com quem sinto afinidade de idéias e ideais.


"Vamos precisar de todo mundo
pra banir do mundo a opressão
Para construir a vida nova
vamos precisar de muito amor...

Vamos precisar de todo mundo,
um mais um é sempre mais que dois
Pra melhor juntar as nossas forças
é só repartir melhor o pão...

Deixa nascer o amor/Deixa fluir o amor
Deixa crescer o amor/Deixa viver o amor

O sal da terra,..." (
Beto Guedes)

28 de julho de 2016

Maria de Magdala a primeira e mais importante discípula

Mestre,
o papa disse que tua mãe é muito mais importante que qualquer apóstolo e eu fiquei pensando nisso.

 “... Maria é muito mais importante do que os Apóstolos!"



Veja bem meu querido amigo, o papa disse muito bem. 
Na verdade minha mãe foi minha primeira discípula. Ela sabia dos planos de Deus muito antes que qualquer um dos apóstolos pudesse imaginar. 
Ela compreendeu tudo muito antes. Ela foi a primeira a aceitar o convite, ela disse: SIM!



 Na verdade ela enquanto esperava meu nascimento já imaginava o que iria acontecer. Talvez não avaliasse bem o sofrimento que iria passar, mas sabia em seu coração o que pretendíamos trazer ao mundo.
 Depois não só ela, mas outras mulheres estavam junto de mim o tempo todo. Elas estavam naquela sala quando o espírito Santo veio sobre todos e também elas saíram cheias de amor anunciando a minha mensagem. No inicio cada um de meus discípulos, e eu incluo como discípulos meus minha mãe e suas companheiras, cada um  se preocupou em anunciar  e foram formando suas comunidades.




Havia  no inicio diaconisas e nos tempos em que ainda não tinham feito da Eucaristia um sacrifício elas também se ocupavam de anunciar o Reino e partir o pão em suas comunidades.
Só mesmo mais tarde com a mudança de rumo em que o ágape fraterno se transformou em  sacrifício incruento e que a minha proposta se transformou em uma religião oficial é que as mulheres foram sendo relegadas a um segundo plano. Mas foi a uma mulher que eu escolhi  aparecer primeiro depois que ressuscitei,  Maria de Magdala que me devotava todo o amor e atenção. 
O querido Lucas e sua comunidade, são claros em afirmar que éramos um só coração.


.
Minha mãe guardava como memória viva meus ensinamentos e foi graças a ela que a comunidade de Lucas pode ter os relatos que hoje chegaram a  vocês como o evangelho e o livro dos Atos Apostólicos.
As mulheres sempre  foras as mais sensíveis à minha mensagem. A mensagem de amor incondicional é algo que lhe é familiar e comum no trato com seus filhos. Neste aspecto  o Pai tem características de mãe. Por isso a minha mensagem lhes é tão sedutora, é como se eu propusesse estender seu amor materno a todos. Elas estão presentes em todas as comunidades e, em muitos lugares se não fossem pela sua atividade não existiria absolutamente nada a meu respeito nem igrejas.   Eu sinceramente espero ardentemente que elas sejam reconhecidas em breve, que elas possam assumir o lugar de que são merecedoras, que elas possam ser independentes também no campo da espiritualidade. Que possam de fato  e de direito serem reconhecidas como minhas discípulas.



Quanto à minha mãe, ela sem dúvida é a grande escolhida dentre todos os humanos em quem meu pai depositou a maior confiança e seu sim a tornou, cúmplice e parceira dEle.  O papa tem razão ela é sem dúvida entre os seres humanos a de maior prestigio junto a meu pai, minha primeira discípula e a grande promotora da possibilidade do anúncio do Amor entre toda a humanidade. A Obra de Deus passa através de sua aceitação. Eu convidei um a um os meus discípulos, ela, a jovem de Nazaré, foi convidada pelo próprio Deus.
Por isso ela é especial para Deus, além de minha mãe ela o é de toda a humanidade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário