Absurdo e graça!

.Na vida hoje caminhamos entre uma fome que condena ao sofrimento uma enorme parcela da humanidade
e uma tecnologia moderníssima que garante um padrão de conforto e bem estar nunca antes imaginado.
Um bilhão de seres humanos estão abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, passam FOME !
Com a tecnologia que foi inventada seria possível produzir alimentos e acabar com TODA a fome no mundo,
não fossem os interesses de alguns grupos detentores da tecnologia e do poder.

"Para mim, o absurdo e a graça não estão mais separados.
Dizer que "tudo é absurdo" ou dizer que "tudo é graça "
é igualmente mentir ou trapacear...
Como morrer e ressuscitar, o absurdo e a graça são só dois lados da mesma moeda."
"Hoje a graça e o absurdo caminham, em mim lado a lado,
não mais estranhos,
mas estranhamente amigos"
A cada dia,nas situações que se nos apresentam podemos decidir entre perpetuar o absurdo ou promover a Graça. (Jean Yves Leloup)

* O Blog tem o mesmo nome do livro autobiográfico de Jean Yves Leloup, e é uma forma de homenagear a quem muito tem me ensinado em seus retiros, seminários e workshops *

Receba "O Absurdo e a Graça" por Email

Total de visualizações de página

Seja Bem vindo (a)!

Agradeço por sua visita, ela é muito oportuna.
Aqui eu reúno pensamentos meus
e de outras pessoas com quem sinto afinidade de idéias e ideais.


"Vamos precisar de todo mundo
pra banir do mundo a opressão
Para construir a vida nova
vamos precisar de muito amor...

Vamos precisar de todo mundo,
um mais um é sempre mais que dois
Pra melhor juntar as nossas forças
é só repartir melhor o pão...

Deixa nascer o amor/Deixa fluir o amor
Deixa crescer o amor/Deixa viver o amor

O sal da terra,..." (
Beto Guedes)

19 de março de 2016

Hosana ao Filho de David

Hosana  !
Bendito o que vem em nome do Senhor!   
Bendito o Messias que vem para libertar o seu povo !
Jesus é recebido pelo povo como REI !

Com todo aquele alvoroço, mesmo quem não o conhecia
teve que prestar  atenção para aquela figura aclamada pelo povo.
Que povo é esse que grita, aclama, estende suas vestes para o REI dos pobres passar?


" mas, este não é o filho do carpinteiro de Nazaré?"
"Não é o filho do operário?"
"Não é o filho doidinho de Maria ?"
"E de Nazaré, pode sair alguma coisa que preste?"
Será que é este mesmo povo que poucos dias depois vai gritar 
contra esse inocente:
CRUCIFICA-O ?

Não creio. 

Certamente entre os primeiros estavam seus admiradores, discípulos, gente que o conhecia e já tinha ouvido a sua mensagem  toda uma multidão de admiradores que o seguia pela Galileia.
Entre os últimos, estavam os comprometidos com o sistema: 
fariseus, doutores da lei, vendedores do templo. 
Aqueles que não queriam mudanças.
Os que tinham medo de perder os privilégios.
Os que tinham medo de desagradar os poderosos, os mesmos de sempre, que independente de quem está dominando, estão sempre no rol dos amigos do poder.
 Dizem que foram os mesmos que o aclamaram e depois o condenaram à morte, eu não acredito, a capacidade que os poderosos têm, ainda hoje, de manipular e forjar fatos é enorme. Com todo esse alvoroço certamente os poderosos perceberam que ali estava alguém muito perigoso. Era preciso eliminar rápido antes que tudo aquilo crescesse e tomasse um vulto incontrolável. O medo da força do povo reunido é muito grande.

Ainda hoje colocam na boca da assembleia nas igrejas esse grito maldito e absurdo. Porque será que querem nos manter com esse sentimento de culpa?
Recuso-me a gritar contra aquele que escolhi como mestre e ideal de minha vida, assim como não quero vê-lo preso na cruz eternamente. 

O meu mestre e senhor já não está mais na cruz, ele ressuscitou e está vivo em cada um de nós. Por isso hoje a minha aclamação, com os ramos na mão é a um verdadeiro REI que venceu a morte e nos conduz triunfante na construção do reino do pai.







HOSANA !

.



Nenhum comentário:

Postar um comentário